domingo, 31 de janeiro de 2010

Ativação do CORE.


Olhe na direção do seu umbigo. Passe a mão ao redor da cintura e, com os dedos, sinta os músculos desta região. Percebeu algo especial? Se não notou nada, talvez esteja aí a explicação para a demora nos resultados do seu treino ou para as dores nas costas, que incomodam depois da musculação: esta área do corpo concentra o xodó mais recente dos professores de educação física, o chamado core. Trata-se de um cinturão de força, um conjunto de músculos abdominais e dorsais que, juntamente aos do quadril, formam o núcleo do corpo. Ativar esse grupo durante os exercícios traz muitas vantagens e você consegue ver a diferença rapidinho. O abdômen fica mais tonificado e as estruturas da coluna (como as vértebras e os discos) são preservadas de impactos e sobrecargas, aliviando as dores que são comuns na região lombar, principalmente.
A postura tende a melhorar com o hábito de manter o abdômen ativado. Isso porque um dos fatores que colabora e muito! para que a coluna fique alinhada, por mais tempo, é a ativação do abdômen: com este músculos fortalecidos, a coluna não tomba para a frente ou gera
compensações.
Mas não se cobre demais. Manter o abdômen contraído durante o dia todo é praticamente impossível, pois seria preciso manter o foco nisso direto. Sem esquecer que, assim como os outros, os músculos abdominais estão sujeitos à fadiga. Por isso, já é de grande valia e traz bons resultados mantê-lo acionado durante o treino.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

TREINAMENTO FUNCIONAL

video
O Treinamento Funcional não é uma novidade, afinal a funcionalidade do ser humano já foi uma questão de sobrevivência. Seguindo a linha histórica, na mitologia grega é observada a importância de uma plena funcionalidade para sucesso de desafios propostos, como Os doze trabalhos de Hércules. Para melhoria da performance os atletas gregos desenvolveram equipamentos e métodos de treinamento específicos para superação de resultados. Esta prática, também foi aplicada na Roma antiga entre os gladiadores.
Na atualidade o Treinamento Funcional, mantém a sua essência como um método de treinamento físico, com o objetivo básico de melhoria da aptidão físca relacionada à saúde ou melhoria da aptidão física relacionada a performance e prevenção de lesão músculo esquelético.Tem como característica realizar a sintonia das habilidades motoras fundamentais do ser humano, para produção de movimentos mais eficientes. A vantagem deste método de treinamento é a de atender tanto o indivíduo mais condicionado como o menos condicionado, criando um ambiente dinâmico de treino.
Muitas pessoas ao se depararem a uma sala de treinamento funcional, se perguntam “aonde estão os aparelhos?”. Esta é outra vantagem do Treinamento Funcional: ele não necessita de aparelhos tradicionais de musculação. Nele são utilizados basicamente acessórios, como bolas, halteres, anilhas, tiras de borracha, steps, mini trampolim, corda entre outros, o que torna a sessão de treino mais dinâmica e lúdica, obrigando o praticante a ativar diversos grupamentos musculares simultaneamente.
Dentre os principais benefícios que o Treinamento Funcional pode oferecer, podemos destacar a melhora do equilíbrio, coordenação, agilidade, ativação e controle do CORE (tema do próximo post) entre outros.
Confira no vídeo uma amostra do que o Treinamento Funcional pode lhe proporcionar e mergulhe com tudo nessa nova tendência.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Lesões em atividade física.

Início de ano é tempo de novas promessas, projetos e realizações. Para aqueles que não fazem ou pararam qualquer tipo de atividade física e pretendem iniciar o ano praticando exercícios são necessários cuidados específicos com ossos, articulações e ligamentos, para que essas atividades não causem problemas à saúde. Caminhadas, prática de esportes e principalmente academias de ginásticas são as atividades mais procuradas para manter a forma e perder peso, porém são constantes as lesões em joelhos, ombros e coluna, devido à sobrecarga dos exercícios. A maioria deles executados sem a devida orientação.
Além dos exercícios praticados na academia, o aluno tem que se atentar a outros itens, presentes no dia a dia, que ajudam com o aumento de lesões. É importante se preocupar com a postura durante o dia. No caso das mulheres também com o constante uso do salto alto.
É fundamental, antes de iniciar qualquer atividade física, procurar um médico ou um profissional com vivência em traumas do esporte, para receber orientação ideal para cada tipo físico e não exagerar nos exercícios. É importante também iniciar os exercícios de forma gradativa.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Ponta pé inicial!

22 de janeiro de 2010.
É dado o ponta pé inicial de um novo canal de informações sobre saúde, atividade física, alimentação...enfim, tudo aquilo que vem de encontro a melhoria da sua qualidade de vida. Tentaremos, dentro do possível, contribuir com matérias e artigos que possam lhe ajudar a melhorar seu estilo de vida. Musculação, treinamento funcional, pilates, corrida, alimentaçao....cuidado pra não cansar, pois a partir de agora, você está treinando com a gente! MEXA-SE!